Eu como quando tenho fome ou tenho horários?

A leitora Paloma Delfino me perguntou no Instagram se como quando tenho fome ou se tenho horários fixos e resolvi escrever este post para explicar desde o começo.

A maior parte da minha vida eu passei comendo quando estava com fome sem prestar atenção no horário. Eu sempre tive as três refeições principais, mas era nos lanchinhos que eu não tinha nenhum tipo de estrutura.

Comer no horário certo

Quando passei a ter muitos episódios de compulsão alimentar, a equipe de tratamento que me ajudou criou um plano de alimentar com refeições principais e os lanches bem estruturados em horários definidos. Era café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar com sobremesa e depois ceia todos os dias da semana. Sobre isso eu já gravei um vídeo.

O plano alimentar era para que eu voltasse a entrar em contato com a sensação de fome e saciedade que havia perdido por conta da compulsão.

Quando você tem compulsão, transtorno alimentar ou qualquer comportamento alimentar transtornado fica difícil simplesmente seguir o conselho “ouça o seu corpo”, “coma quando e o que quiser”. Esse são conselhos ótimos e super válidos quando você já consegue reconhecer fome e saciedade, mas se a cabeça está enferma, ouvir o corpo é uma tarefa quase impossível.

Ao reduzir os episódios de compulsão voltei aos poucos a comer quando tenho fome, mas o engraçado é que a minha fome sempre bate nos mesmos horários por conta da minha rotina. Às vezes não como nada entre o café da manhã e o almoço se não tenho fome, mas nas refeições principais são raros os dias que tenho menos apetite.

Então Paloma, a minha resposta é que como quando tenho fome porque consigo identificar quando estou com fome e quando já comi o suficiente, mas tive que chegar até aqui passando pelos horários de comer e foi a melhor coisa que fiz. Isso não significa que é o melhor caminho para todos porque cada um tem um começo.