A dificuldade das gostosuras no trabalho

Você sabe bem como isso acontece. Você acordou decidida a ter um dia de bem com a comida, de bem com você. Aquele dia bom em que nutrimos o corpinho e cuidamos bem da nossa alimentação sem paranóia e com respeito.

No café da manhã deu tudo certo, você levou até frutas, castanhas e iogurte para comer entre as refeições principais. O almoço chega e você enche o prato de alimentos vibrantes, coloridos e nutritivos. Orgulhosa, você volta a trabalhar com a certeza de que hoje a sua alimentação vai ser tranquila, alinhada ao estilo de vida que você procura.

Comer demais no trabalho

No auge do seu cansaço, às 4 da tarde, a colega aparece com uma vasilha anunciando o bolo fresquinho assado na noite anterior. É hora do café. Ao abrir a vasilha o cheirinho da calda de chocolate te distrai do trabalho e em poucos minutos vem alguém te perguntar se você não vai querer.

Recusar comida oferecida com a maior boa vontade é um ato desconfortável para nós, para quem ofereceu o alimento e para outros ao redor. Por isso, muitas vezes é mais fácil dizer sim para manter todos satisfeitos e nos poupar do desconforto. MAs por que é tão difícil dizer não?

A função social

É na hora do café com bolo que você tem a possibilidade de interagir com colegas de trabalho. Compartilhar uma refeição ou um alimento é uma maneira de conectar o grupo, e é claro que não queremos ficar de fora disso.

A pressão social

Uma coisa é você dizer não, outra coisa é os outros aceitarem que você disse não. É incrível como tem pessoas que se sentem incomodadas quando você não está comendo o que elas estão. Você ouve coisas do tipo “só um pedaço não vai engordar”, “você não sabe o que está perdendo”, “você tá de dieta?”, “não faz desfeita”, “mas é receita original da minha tataravó que fiz especialmente”, e assim em diante.

Dizer não dói

Dizer não é chato em diversas ocasiões e com comida não é diferente. Você não quer ofender ninguém ou que os outros pensem que você é uma pessoa difícil.

Fome à tarde

No meu trabalho mesmo tem bolos e tortas servidos semanalmente devido a aniversários, comemorações ou à mão talentosa de colegas que adoram assar delícias. Mesmo que eu quisesse não tem como dizer sim toda vez senão eu estaria comendo bolo, torta e biscoito diariamente e este não é o estilo de vida que eu almejo. E mais importante, isso não é equilíbrio para mim.

Não há nada errado em aceitar o bolo no trabalho, mas não é preciso dizer sim sempre. No próximo post eu vou explicar maneiras que temos para entender se é hora de dizer sim ou não. Até lá!