3 passos para reduzir a compulsão alimentar

Se tem algo que eu aprendi desde que comecei a dividir as minhas estratégias e aprendizados com vocês em relação à alimentação foi que engana-se quem pensa que episódios de compulsão alimentar só acontecem com quem tem transtorno alimentar.

Compulsão alimentar é algo que acontece mais comumente do que queremos acreditar. Então se você tem lidado com esses episódios não se preocupe, está na hora de acabarmos com este tabu.

Compulsão alimentar acontece nos melhores lares, com as pessoas mais inteligentes, com que tem ou não transtorno alimentar, com homens e mulheres, com gordos e magros. Então fique tranquilo, você não está sozinho ou sozinha nessa.

Eu já havia escrito este post sobre o que fazer depois da compulsão alimentar, mas tem muito ainda para conversarmos sobre este assunto e eu vou tentar ser o mais clara possível.

Eu tentei por muito tempo parar a compulsão prometendo seguir uma alimentação perfeita, “limpa” e “saudável” nos dias seguintes. Mas bastava algo diferente acontecer na minha vida para eu me ver com o coração acelerado comprando todos os doces que eu via pela frente no supermercado.

Foi com muita tentativa e erro que eu aprendi que se você quiser se libertar da compulsão alimentar tem que começar pelo final. Isto é, pelo que acontece depois que você come compulsivamente.

São 3 passos simples:

#1. Pare imediatamente de tentar consertar a compulsão alimentar

não compense com dieta, exercícios físicos, laxante, vômito, medicamentos ou outros métodos.

#2. Coma o suficiente

adote uma alimentação variada que contenha tudo o que você precisa e ama

#3. Não reaja à urgência de comer

sinta a urgência de comer compulsivamente sem reagir a ela

Eu morria de medo de engordar demais se eu parasse a dieta e começasse a comer mais variado. Isso sem contar o pavor que dava de não passar mais horas na academia queimando as calorias extras do episódio de compulsão alimentar.

Como acabar com a compulsão alimentar

Foi com muita relutância que eu parei de compensar a compulsão alimentar, voltei a comer normalmente (com doces, frituras e excessos em determinadas situações) e comecei a exercitar a arte de não reagir ao impulso de comer compulsivamente.

Se foi fácil? Claro que não. Mas os passos são simples, só é preciso paciência, repetição, tempo e, o mais recomendado, alguém para te acompanhar nisso.

Por isso eu repito tanto e vou continuar repetindo - uma dieta não vai te ajudar a comer menos. Mesmo se você está desesperado para emagrecer, trabalhe a sua compulsão alimentar primeiro e o emagrecimento virá se você precisar dele.

Quer mais conteúdo sobre compulsão alimentar?

O que é a compulsão alimentar?

Comi demais, o que fazer?

Como controlar o impulso em comer

O que fazer quando a compulsão alimentar aparecer